Você tem um projeto de construção? Nós podemos ajudar!

receba uma cotação

Confira abaixo nossas atividades:

  • Execução de Interceptor Tronco em Concreto CA-II até DN 600;

  • Execução de Emissário em PVC, Ferro Fundido, PRFV e PEAD até DN 400;

  • Execução de Rede Coletora em PVC até DN 400;

  • Execução e Manutenção de Estação Elevatória;

  • Desobstrução e Limpeza de Redes e Emissários;

  • Instalação de Tubo de Queda até 4,00 m;

  • Substituição de Lajes e Tampas de Poços de Visitas;

  • Execução de Ligação Domiciliar;

  • Escoramento Tipo Hamburguês (metálico/madeira).

Você sabe para onde vai o esgoto depois que ele deixa a sua casa?

Utilizamos água para grande parte das nossas atividades domésticas, especialmente as que estão relacionadas à higiene. Mas quando tomamos banho, lavamos a louça do almoço ou limpamos a calçada, a água passa por grandes transformações químicas e não pode ser simplesmente devolvida à natureza sem um tratamento adequado. Para garantir que isso não aconteça é que foi criado o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES).

De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), SES “é o conjunto de condutos, instalações e equipamentos destinados a coletar, transportar, condicionar e encaminhar somente o esgoto sanitário a uma disposição final conveniente, de modo contínuo e higienicamente seguro”. Quando um imóvel não está ligado a uma rede desse tipo, descartes indevidos aumentam significativamente, comprometendo a saúde e o meio ambiente.

A preocupação com o destino adequado do esgoto produzido por uma casa deve começar no momento em que ela é projetada. Para além da escolha de chuveiros, vasos sanitários e pias, quem constrói também precisa pensar em outros aspectos hidrosanitários, como a rede de tubulação interna e de saída. Por fim, é fundamental que a residência seja legalmente conectada à rede de esgoto.

Fonte: O que é um Sistema de Esgotamento Sanitário (SES)?

Confira abaixo nossas atividades:

  • Execução de Interceptor Tronco em Concreto CA-II até DN 600;

  • Execução de Rede de Abastecimento de Água Tratada até DN 200;

  • Execução de Adutora em Ferro Fundido até DN 400;

  • Execução de Adutora em PEAD até DE 355;

  • Montagem e Manutenção Eletromecânica de bombas;

  • Execução de Estação Elevatória de Água (Tipo Booster);

  • Execução, Recuperação e Limpeza de Reservatório;

  • Manutenção de Rede de Abastecimento de Água;

  • Reformas de Estação de Tratamento de Água;

  • Montagem e Manutenção de Barriletes;

  • Instalação de Hidrômetros;

  • Serviços de Impermeabilização.

O que é um Sistema de Abastecimento de Água?

Um sistema de abastecimento de água é uma solução que contempla determinada comunidade com água potável. O sistema contempla várias unidades que vão desde o fonte até a unidade consumidora.

As fases que são necessárias para entregar essa água tratada garantem a qualidade para consumo doméstico, no agronegócio, nos serviços públicos e o uso industrial entre outros.

A empresa de saneamento deve considerar vários fatores em um sistema de abastecimento de água, tanto os de origem operacional, tecnológico e financeiro quanto os fatores sociais e ambientais.

Ao longo das gerações, o sistema de abastecimento de água se mostrou extremamente importante para o desenvolvimento das sociedades.

Isso pode ser visto desde os sistemas de abastecimento do antigo Egito, se desenvolvendo as margens do Nilo. Mesmo sem eletricidade ou meios tecnológicos, os egípcios já utilizavam de canais e bombeamento de água para irrigação. Promover a utilização da água na agricultura era compromisso de seus governantes.

Nos dias de hoje, no Brasil, a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) é um dos aliados na construção e manutenção de sistemas de abastecimento de água.

Por meio do Departamento de Engenharia de Saúde Pública (Densp) são financiados, ampliados ou melhorados tais sistemas em municípios com população de até 50.000 habitantes.

A FUNASA também oferece orientações técnicas para projetar os sistemas de abastecimento, utilizando esses parâmetros para os financiamentos.

Fonte: Sistema de Abastecimento de Água: Funcionamento

Confira abaixo nossas atividades:

  • Execução de Interceptor Tronco em Concreto CA-II até DN 600;

  • Execução de Rede de Drenagem em Células de Concreto de 2,50 x 3,00 m;

  • Execução de Rede de Drenagem em Tubos de Concreto até DN 2.000;

  • Execução de Sarjeta e Boca de Lobo;

  • Execução de Poço de Visita;

  • Montagem e Manutenção de Barriletes;

  • Instalação de Hidrômetros;

  • Serviços de Impermeabilização.

Como funciona a Drenagem Urbana?

Nesse primeiro momento, vamos definir drenagem urbana, que nada mais é que o gerenciamento das águas da chuva. Visto a constante urbanização das cidades, as águas da chuva procuram um meio de escoar, que se não for disponibilizado, causará grandes transtornos.

Dentro desse gerenciamento deve-se considerar primeiramente os aspectos sociais. O aspecto social diz respeito ao controle das áreas onde há aglomeração populacional, visto que essas são as áreas mais impermeabilizadas.

Em segundo deve-se observar os aspectos legais e institucionais, que são regidos nas cidades através de suas prefeituras. Nesse quesito, as prefeituras podem fazer ou terceirizar o serviço de forma que consiga evitar problemas maiores como inundações.

Já em terceiro lugar temos os aspectos tecnológicos, que implicam nas técnicas utilizadas para escoamento. Ferramenta muito pertinente a forma de aplicação das leis em cada lugar.

E por último, mas não menos importante, o aspecto ambiental, que é a forma como são encaminhadas as águas de volta a rios, mares e bacias. Um ponto muito interessante é dizer que a falta de encaminhamento consciente dessas águas gera transtornos como a deterioração dos mananciais e a redução de água para população.

Considerando as características da drenagem urbana podemos agrupar os elementos que compõe um sistema de drenagem urbana em:

  • Pavimentos das ruas;
  • Guias e sarjetas;
  • Bocas de lobo;
  • Galerias de drenagem;
  • Sistemas de detenção e infiltração nos lotes e pavimentos;
  • Trincheiras e valas.

Podemos citar um termo que define o conjunto de localidades em que se observa o escoamento da água, como bacia hidrográfica urbana. No qual, deve-se avaliar a vazão e a necessidade de delimitar a impermeabilização de terrenos.

Fonte: Como Funciona a Drenagem Urbana

Confira abaixo nossas atividades:

  • Geofone (Caça Vazamento);

  • Inspeção de Ligações de Esgoto (Programa Se Liga na Rede);

  • Detecção de Tampas de Ferro Fundido em vias pavimentadas;

  • Rebaixamento de Lençol Freático;

  • Teste de Fumaça em Rede Coletora de Esgoto;

  • Teste e Laudo de Funcionalidade de Rede Coletora de Esgoto e Água Potável;

  • Injeção de Epoxi (patologia de concreto);

  • Recuperação de ETE’s, ETA’s e Reservatórios.

Confira abaixo nossas atividades:

  • Pavimentação em Asfalto, Paralelepípedo, Lajota, Paver e Pedra Portuguesa;

  • Recuperação Ambiental (Plantio de Mudas e Controle de Pragas);

  • Serviços de Terraplanagem e Movimentação de Terra;

  • Limpeza de Terrenos e Supressão de Vegetação;

  • Execução de Muro de Contenção (Gabião);

  • Serviços de Pintura e Impermeabilização;

  • Execução de Peças em Concreto Armado;

  • Implantação de Canteiro de Obras;

  • Construções e Reformas em Geral;

  • Assentamento de Meio-Fio;

  • Gerenciamento de obras.

Principais clientes

De pequenos a grandes. De públicos a privados. Seja qual for o seu tamanho ou classificação, nós atendemos.

Nas obras

Estamos preparados para atender clientes de pequeno, médio e grande porte, oferecendo sempre uma solução inteligente e econômica para quem precisa reformar ou construir.

Precisa de um orçamento?

Preencha as informações abaixo e entraremos em contato o mais breve possível.